PMRR faz promoções e homenagens

A solenidade cívico militar em alusão ao “Dia do Soldado” (25 de agosto), realizada pela Polícia Militar em homenagem ao Patrono do Exército Brasileiro, Luís Alves de Lima e Silva, hoje (26.08) no Comando de Policiamento da Capital (CPC), foi um dia especial para praças e oficiais. No transcorrer da programação, os militares desfilaram em Continência ao Governador do Estado. Ao todo, foram promovidos 37 militares, entre oficiais e praças. Prestigiaram também a solenidade, convidados, familiares dos militares e demais autoridades. O senador Romero Jucá marcou presença.

 

Dos desfiles militares, participaram o grupamento do CPC (composto pelos 1º e 2º Batalhões e a Companhia Independente de Guarda),  Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (GIRO), a Companhia Independente de Policiamento de Trânsito Urbano e Rodoviário (Ciptur), o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e o 1º Esquadrão Independente de Polícia Montada (EIPMon).

Na ocasião, o governador do Estado, Chico Rodrigues, disse que a polícia Militar só tem dado alegria para o Estado porque a cada dia que passa se torna respeitada por suas ações e o desempenho praticado na execução dos serviços de atendimento às ocorrências. Ele se comprometeu em reforçar os investimentos e dar mais estrutura à PMRR para fazer o que é importante, dar capacidade de resposta às demandas da população. “Nós só temos a agradecer a essa briosa corporação”, disse.

 

DA LIDERANÇA

O comandante geral da PMRR, coronel Gonçalves, afirmou que no dia de ontem (25 de agosto), reverenciamos e falamos  do soldado brasileiro de qualquer tempo, de qualquer posto ou graduação. “Reverenciamos e falamos do Duque de Caxias, encarnação maior das virtudes e dos valores militares. Um brasileiro, cidadão-soldado, que dentro da servidão e grandeza dos militares, não serviu a governos, mas acima destes, dedicou sua vida e seus talentos à Pátria e à Nação. A liderança inata e a nobreza de caráter de Caxias, evidenciadas principalmente quando das vitórias que o consagraram, jamais permitiram que o inimigo fosse vilipendiado. Por outro lado, nas horas amargas, seus subordinados sabiam que não seriam abandonados a própria sorte. A dignidade militar estava acima de qualquer outra consideração, fosse ela qual fosse, material ou não”, afirmou.

 

CONFIANÇA E RESPEITO

Segundo ele, é importante enfatizar que, embora o mundo atual ainda com tantas guerras, cotidianas e traiçoeiras e o uso de tecnologias avançadas, que a maior arma para um chefe continua a ser o espírito do soldado que ele comanda. “A liderança efetiva impõe a conquista da confiança e do respeito dos subordinados. Assim, hoje a PMRR rende também homenagem a dezenas de soldados valorosos de suas fileiras que conquistaram suas promoções de forma, quer por tempo de serviço, antiguidade na labuta constante de servir e proteger quer por merecimento por atos de verdadeiro heroísmo no dia a dia do serviço de combate a criminalidade e como promotor dos direitos humanos das pessoas de bem”, disse.

 

DOIS MESES NO COMANDO DA PMRR

Além de homenagear os soldados, o comandante falou à imprensa sobre os dois meses à frente da PMRR, celebrando com a corporação o resultado positivo da execução dos serviços de policiamento ostensivo e preventivo junto aos programas de sucesso, Ronda no Bairro e Ronda no Interior, no combate às desigualdades, na luta contra o preconceito e no resgate aos pertences dos cidadãos, e na preservação da ordem pública.   

Na ocasião, o coronel agradeceu ao comandante em chefe da corporação (o governador Chico Rodrigues) que sempre prestigiou a PMRR, sabe o valor de ser soldado e a complexidade da profissão e nunca deixou de apoiar e valorizar a instituição e seus profissionais. “Esta reengenharia no fazer segurança publica no Estado será sempre traduzida em uma prestação diuturna de segurança à sociedade roraimense em todos os rincões deste solo, que tanto amamos”, ressaltou.

 

EFEITOS POSITIVOS DAS PROMOÇÕES

 As promoções tiveram um efeito positivo junto à tropa. Na opinião do militar Ronaldo Silva Martins, a promoção é o ápice do desejo do militar. “Significa que está sendo valorizado, e isso o mantêm motivado a ser eficiente e consequentemente, a sociedade será beneficiada e produzirá satisfação social”, afirmou.

 Para um dos suboficiais, o subtenente Andrade Lima, a promoção é dignificante e recompensadora. “Quando entrei, há 13 anos na PMRR, batalhei para somar. Esta é a realização de um sonho”, afirmou. A condição que ele (o sonho) traz, segundo Andrade, é melhor: a condição de poder servir à sociedade. Ele diz que a responsabilidade pesa. “Quanto maior o poder, maior será a responsabilidade”, afirma.     

 

Assessoria de Comunicação Social

Polícia Militar do Estado de Roraima

Tânia Gadelha

Jornalista - MTB 222 DRT/RR

(95) 9132-3092  Whatsapp

http://www.facebook.com/Polícia MiIitar de Roraima - PMRR

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.