Policiais da Cipa/PM ajudam no combate ao fogo

Desde a semana passada, policiais da Cipa (Companhia Independente de Policiamento Ambiental), da PMRR (Polícia Militar de Roraima), prestam apoio policial para garantir a segurança dos agentes ambientais, bem como conduzem os infratores em flagrante delito, resgatam os animais silvestres vítimas das queimadas no Estado e também no combatem o fogo. Os animais feridos são encaminhados ao Cetas (Centro de Triagem de Animais Silvestres), onde são tratados e reintegrados ao habitat natural.

 

As ações de combate às queimadas ilegais na região de Campos Novos, no município de Iracema, e também em Mucajaí e no Sul do Estado. Os policiais da Cipa atuam em parceria com fiscais do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais) e Femarh (Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recurso Hídricos), em uma força tarefa para combater os incêndios nesse período de estiagem.

“Estamos em ação conjunta com órgãos fiscalizadores para reprimir e conter os focos de incêndios. A prioridade são as regiões mais afetadas, que, segundo o monitoramento feito pela Defesa Civil, está localizada principalmente no Sul do Estado, porém estaremos atuando onde for detectado os maiores índices de queimadas”, destacou o comandante da Cipa, major Ademildo José Barreto Magalhães.

O major reforçou que o calendário de queimadas está suspenso e ressalta a importância das denúncias da população, para evitar novos focos de incêndios. Segundo ele, caso o cidadão se depare com alguma queimada ilegal deve informar imediatamente por meio dos telefones de emergências, 193 ou do 190.

Na próxima semana, a PMRR entra com mais um reforço no combate ao fogo. De acordo com o comandante Geral da PMRR, coronel Dagoberto da Silva Gonçalves, serão disponibilizados, inicialmente, 50 policiais militares, para atender uma demanda solicitada pelo Corpo de Bombeiros.

 Repórter: Neuzelir Moreira | Edição: Leandro Freitas | Foto: Divulgação