PM encerra primeira etapa do Projeto “Alto Alegre sem Drogas”

Na manhã desta terça feira, 10, aconteceu o encerramento do primeiro ciclo de ações que compõem o projeto “Polícia Militar: de Mãos Dadas com a Comunidade”, no município de Alto Alegre. A ação faz parte da nova filosofia de policiamento comunitário, que busca a aproximação e interação com a população da localidade.

 

O projeto, iniciado em abril, teve como primeira etapa o concurso de Redação, Poesia e Desenho, com o tema “Alto Alegre sem Drogas” e a realização de um ciclo de palestras para os estudantes das redes municipal e estadual, que aconteceram na sede e vilas do município.

O comandante da PMRR, coronel Dagoberto Gonçalves, esteve presente e afirmou que o foco principal desta etapa foram as escolas municipais e estaduais da região. Com o primeiro contato, já foram obtidos resultados positivos na redução de ocorrências. “A próxima etapa é a implantação do Conselho de Segurança Comunitária, mantendo as parcerias com o Ministério Público, Poder Judiciário, escolas públicas, Polícia Civil e demais entidades públicas. Em Bonfim já temos esse Conselho instalado, em Pacaraima já está em andamento e posteriormente será a vez de Caracaraí e Rorainópolis” destacou.

As palestras oportunizaram a interação entre os alunos e os policiais militares. Entre os temas tratados o que mais chamou atenção de Kawan Marcel, de 14 anos, foi sobre as consequências do uso de drogas. “Aprendi que usar drogas não nos leva a lugar algum”.

Para a servidora pública Maria das Graças Silva, a Polícia Militar está cada vez mais presente, dando mais segurança à comunidade. “Com essas palestras nas escolas os jovens aprenderam não a temer, mas a respeitar a polícia como parceira da população. É importante que a PM e o Conselho Tutelar estejam presentes na vida dos jovens” ressaltou.

O evento de encerramento contou com a participação de alunos das escolas municipais e estaduais. O gestor da Escola Estadual Desembargador Sadoc Pereira, Erivaldo Barbosa, comentou como foi feita a proposta de trazer policiais para dentro da escola. “Foi feito um planejamento e aderimos ao projeto. Os alunos também gostaram muito das propostas e se empenharam no concurso, que foi um sucesso, com participação de quase 100% dos docentes”.

Houve grande aceitação também por parte dos moradores, que compareceram à Praça Gonçalves Dias para acompanhar as crianças e adolescentes durante a programação que incluiu passeio ciclístico, apresentação de fanfarras, corais das escolas, participação do Canil da Polícia Militar, Programa Educacional de Resistência as Drogas (Proerd) e a premiação do concurso cultural.

O comandante da unidade, sargento Anderson Morais, informou que as autoridades locais firmaram parceria para que o ciclo de palestras fosse levado a todas as comunidades do município. Essa proximidade reduziu a quase zero os índices de violência, segundo o prefeito José de Arimatéia. “Esse trabalho com as crianças nos ajuda nas questões sociais também, uma vez que infelizmente quase todas as famílias tem enfrentado problemas com as drogas” disse.

Para o promotor do Ministério Público, Igor Naves, nas cidades do interior o contato da população com as autoridades é muito próximo e isso facilita a prevenção e o combate à criminalidade. “A ação realizada vem ao encontro de algumas medidas adotadas pelo próprio MP” afirmou.

Os Projetos de iniciativa da PM em Alto Alegre, estão sendo realizadas em parceria com vários órgãos públicos do município, como Promotoria de Justiça, Conselho Tutelar, Secretaria Municipal de Educação, Centro de Atendimento Psicossocial, além de todos os gestores, coordenadores e professores das escolas e empresários locais.

DEISY LAMAZON
Foto: OSCAR BORGES