Corregedoria da Polícia Militar é instalada em prédio anexo ao Palácio Latife Salomão

A partir da próxima segunda-feira, 16, a Corregedoria da Polícia Militar de Roraima que funcionava no quartel do Comando de Policiamento da Capital estará funcionando em nova sede, no prédio anexo ao Palácio Latife Salomão, localizado na Avenida Glaycon de Paiva, no horário de 7h às 13 horas.

No local serão instaladas salas isoladas para tomada de depoimentos durante os processos de apuração de possíveis condutas irregulares por parte de policiais. As oitivas que já estavam marcadas para a sede do CPC (Comando de Policiamento da Capital) ou nas unidades da PMRR, seguem seu calendário normal.

O Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Dagoberto Gonçalves, enfatizou que a mudança está inserida na política de polícia comunitária, onde se firma uma parceria justa e sincera entre a instituição e a sociedade. “Com essa ação teremos uma Corregedoria mais forte, independente e atuante. Este órgão não somente pune ou sanciona, mas regulamenta e faz cumprir todo o arcabouço legal que rege a função policial militar”, afirmou.

Para o Corregedor da Polícia Militar, coronel Waney Vieira, o momento é histórico, pois, pela primeira vez a sede da Corregedoria será desvinculada do quartel. “Neste primeiro momento, nossa equipe administrativa já está disponível para atendimento. Este é um espaço aberto para que a população possa nos comunicar sobre a atuação da Polícia Militar” disse.

Um ato simbólico foi realizado para marcar o momento de transferência do órgão e contou com a participação do secretário Estadual da Segurança Pública, coronel Paulo César Costa, autoridades militares e servidores civis da instituição. Na ocasião, o Comandante geral anunciou também a futura instalação da Ouvidoria da Polícia Militar.

Além da proposta de um estudo para viabilizar a criação de uma Comissão de Direitos Humanos, voltada para atuar na defesa dos direitos dos agentes encarregados de aplicar a lei, que integram o sistema de segurança pública e defesa social.

DEISY LAMAZON
FOTO: FERNANDO OLIVEIRA