História da PMRR

História da Polícia Militar do Estado de Roraima

 

A origem da Policia Militar de Roraima remete à criação do Território Federal do Rio Branco, em setembro de 1943, que foi desmembrado do norte do Estado do Amazonas, com o fim de ocupar e desenvolver sócio-economicamente esta área de fronteira.

No ano seguinte, através do Decreto nº. 02 de 21 de novembro de 1944, foi criada a Guarda Territorial, cuja destinação era a manutenção da ordem interna, reparação e construção de edifícios públicos, estradas e caminhos, serviços de transportes, além de outras atribuições correlatas.

Na década de 70, o Território experimentou grande desenvolvimento, aumentando os índices migratórios e econômicos, e consonância, o da criminalidade, situação que causou preocupação nas autoridades federais, a ponto de adotarem medidas no campo da Segurança Pública para prover a Unidade Federativa de uma nova organização policial.

Assim, pela lei nº 6.270 de 26 de novembro de 1975, foi criada a Policia Militar do Território Federal de Roraima, instituição baseada nos pilares da hierarquia e da disciplina militar, cuja missão atual, por força de dispositivo constitucional federal é a preservação da ordem publica, através do exercício da atividade de policiamento ostensivo.

Em 11 de janeiro de 1977, a lei de criação da PMRR, foi regulamentada pelo Decreto-Lei nº 79.108, sendo então, efetivamente implantada a Policia Militar do Estado de Roraima.

A Corporação atualmente é comandada pelo CEL QOCPM EDISON PROLA, tendo como Subcomandante Geral CEL QOCPM PAULO ROBERTO DOS SANTOS MACÊDO. A PMRR é responsável pela preservação diuturna da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, atua não só na capital, mas também em todos os municípios, vilas e lugarejos do Estado de Roraima.

A Polícia Militar de Roraima atua conforme a Constituição Federal Brasileira datada de 05 de outubro de 1988 e as legislações e normas que regem o setor de segurança pública brasileiro, buscando constantemente a melhoria contínua dos seus processos de prover segurança a sociedade Roraimense.

Para tal mister a Policia Militar de Roraima dispõe em seu Quadro de Organização a previsão de 3.000 policiais militares, mas, atualmente, conta apenas com 1.450 policiais militares, sendo 1.306 masculinos e 144 femininos.

Na capital do Estado a PMRR executa suas atividades através do Comando de Policiamento da Capital - CPC, comandado pelo TC QOCPM CLEDEMAR FÉLIX DA SILVA; e no Interior através do Comando de Policiamento do Interior - CPI, comandado pelo TC QOCPM CHARLES DE SOUZA MATOS .

O Comando de Policiamento da Capital - CPC é composto pelas seguintes unidades operacionais: 1º Batalhão PM - 1º BPM, responsável pelo Policiamento Ostensivo área Leste de Boa Vista e 2º Batalhão PM - 2º BPM responsável pelo Policiamento Ostensivo área Oeste de Boa Vista; 1º Esquadrão Independente de Polícia Montada - EIPMont, responsável pelo Policiamento Ostensivo Montado; Grupamento de Intervenção Rápida Ostensiva - GIRO (Cavaleiros de Aço), responsável por intervenções rápidas em ocorrências onde demanda grande fluxo de veículos; e Batalhão de Operações Especiais - BOPE, composta pelo GATE, Força Tática e Canil, cujos integrantes são especialmente treinados para atuar na prevenção e repressão, quando necessário, de delitos de maior monta, em qualquer ponto do Estado a qualquer momento.

Companhia Independente de Policiamento de Trânsito Urbano e Rodoviário - CIPTUR, sediada na saída para o Município de Alto Alegre, responsável pelo patrulhamento de Trânsito na Capital Boa Vista e Interior do Estado.

O Comando de Policiamento do Interior - CPI é composto por três Companhias Independentes de Polícia Militar, uma Companhia Independente de Policiamento Ambiental. O CPI atende em todos os municípios do Estado, num total de 28 localidades e vilas.

Os integrantes da Polícia Militar de Roraima são formados, aperfeiçoados e especializados em vários centros de ensino de outras Corporações Militares. Entretanto, atualmente na Academia de Polícia Integrada - API, através de convênio com a Corporação, é o órgão de ensino da Polícia Militar. A API está estruturada para assumir todo o processo irradiador de doutrina Policial Militar.

A PMRR, patrimônio do povo, imbuída da nobre missão de proteger e servir a sociedade roraimense, no terceiro milênio, tem como lema: SERVIR E PROTEGER A SOCIEDADE RORAIMENSE.